sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Diário de Road Trip - dia 1

Acordar cedo, incrivelmente, não custa.
Tomo o pequeno-almoço, guardo a escova-de-dentes e arranco para apanhar a companheira de viagem, a meia hora de caminho.

Road trip que é road trip tem banda sonora. Antigamente, uma mix tape fazia companhia aos viajantes. Em 2014, enfiei no auto-rádio uma pen cheia das melhores relíquias e rockadas... mas o dito cujo faz o favor de só ler a faixa "Maniac". Espero que não seja uma premonição. 

Tróia. Almoçamos rápido porque nos esperam aqueles "peixes" que, por vezes, vêm nas latas de atum.
Três horas no Sado na companhia de golfinhos são sempre boas, mas o conforto e segurança de um barco de dois pisos com espreguiçadeiras e bar em nada se compara à excitação e adrenalina de um semi-rígido de há dez anos atrás.

Rumo à Lagoa de Melides. Hora de armar a barraca e jantar antes de anoitecer.
Escolher o sítio ideal torna-se complicado quando os locais indicados (por um blog que já nem consigo encontrar novamente) estão ocupados por um bando de gente cujos risos e pinturas nas carrinhas indicam que não passam a vida sóbrios.
Algures num isolamento finalmente encontrado, monto tudo, estreio o chuveiro portátil e ataco um belo jantar de arroz e sardinhas enlatadas. Lavo a louça, os dentes e toca a enfiar na tenda.
Noites quentes de Agosto são coisa que não existe.

Receio demorar a adormecer...
Até amanhã.
13.08.2014



2 comentários:

  1. viste golfinhos? muita bem!
    segundo a lucy, são mais inteligentes que tu :P

    ResponderEliminar

Aceitam-se pires de amendoins.