segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Dois mil e doze

A passagem de ano é coisa que não me diz muito. Dou valor ao jantar de família mas, fora isso, é uma festa obrigatória, e eu sou um homem que nem sempre está virado para festas. Por vezes as doze badaladas despertam um pequeno party animal, por vezes contento-me mais do que perfeitamente com um copo de champanhe e uma noite enfiado na cama a ver televisão até às tantas.

No entanto, não deixo de fazer sempre uma retrospectiva do ano que deixo para trás (juntamente com meia dúzia de resolução para juntar a outras tantas por cumprir).
À medida que o plano social vai dizendo que cada ano que vem é pior que o anterior, devo dizer que o ano de 2012 foi, para mim, um ano memorável.
Sou dado a perspectivas e tenho tendência para ver sempre algo de bom no que quer que aconteça, mas há coisas boas inegáveis que aconteceram entre um do um a trinta-e-um do doze. Se, em algumas, passei do nada a alguma coisa (o que torna a positividade bem mais fácil), noutras passei do excelente ao muito excelente.

A minha vida académica nunca esteve melhor. A minha vida profissional nunca esteve melhor. A minha vida familiar nunca esteve melhor. A minha vida amorosa nunca esteve melhor. A minha vida sexual nunca esteve melhor. A minha vida monetária nunca esteve melhor.
Conquistei mais liberdade de pensamentos e acções. Conheci pessoas que, com situações boas ou más, me ensinaram algo de valioso. Reforcei amizades importantes, desfiz-me de amizades desnecessárias. Tive experiências que me fizeram dar passos em frente na direcção certa. Tive estalos na cara e mimos consoante as minhas acções, e ambas as situações foram importantes. Estabeleci mais e novas prioridades, gostos, vontades, princípios.

Receio o dia em que toda esta sorte possa acabar mas, até lá, aproveito-a!

Melhor de tudo: em 2012 este blog esteve mais activo que nunca!

Bom ano, minha gente!

9 comentários:

  1. Tao bom ler essas palavras: "A minha vida profissional nunca esteve melhor. A minha vida familiar nunca esteve melhor. A minha vida amorosa nunca esteve melhor. A minha vida sexual nunca esteve melhor. A minha vida monetária nunca esteve melhor." A sério que senti-me feliz com a felicidade que essas frases transmitem. é uma sensação muito estranha. Agora focus em 2013.
    Feliz 2013!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, Estudassesahah! Vamos lá ver se 2013 consegue ser, pelo menos, igual.
      Feliz 2013!!

      Eliminar
  2. E caindo no cliché.. Que o melhor de 2012 seja o pior de 2013!! :)

    ResponderEliminar
  3. Epá sim senhor!!
    Alguém que não se queixa!!
    Estou contigo home!! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto de relativizar. É mais fácil ver o lado bom das coisas se o fizer... mesmo assim, 2012 foi meu amigo.
      Bom ano!

      Eliminar
  4. Que tenhas um grande ano. Que corra tudo bem.

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Aceitam-se pires de amendoins.